2 de outubro de 2012

Oh Meu Deus!

Desculpem o mega texto
Hoje fui a casa de uma amiga minha, estivemos a fazer os trabalhos de casar em atraso e a fazer uns exercícios juntas. Como acabei por ficar lá até ao final da tarde, eu e ela fomos para o terraço, estivemos a ouvir música mas depois ela foi buscar as duas bicicletas dela e ficamos a andar por lá. Quando nos cansamos de andar às voltas (o terraço dela ainda era bem grande) decidimos que iríamos dar uma volta, andar de bicicleta e ver o mar. Foi o que fizemos. A vista era linda e, no final, fiquei com um sorriso enorme na cara. Nunca vi nada tão espectacular. Via-se o mar todo mas, para melhorar ainda mais, vimos o por-do-sol. Foi tão lindo. Duas melhores amigas, sentadas nas suas bicicletas cor-de-rosa e azuis a ver o por-do-sol. Uma das melhores experiências que tive até ao dia de hoje, admito. Mas depois acabamos por voltar para casa. Ficamos, uma vez mais, pelo terraço. Estivemos a fofocar sobre a vida das figuras públicas e sobre as coisas da escola até que ela teve a brilhantíssima ideia de ir buscar o triciclo. Quando ela se sentava lá aquilo abanava e por pouco não se partia, e quando eu me sentei acontecia o mesmo. Ela andou nele, sempre a rir-se e correu tudo bem. Eu andei nele, tudo bem também. Até que lhe ligaram, eu não estava muito confortável naquela posição por isso em vez de estar sentada naquele banco minúsculo, fiquei mesmo na pontinha. Conclusão, quando ela estava a desligar a chamada, eu caio de costas mas o que mais me impressionou foi que o tal brinquedo não se tinha partido, não sei como. Ficámos a rir-nos às gargalhadas. Seguidamente, a mãe dela pediu para irmos ao Continente buscar açúcar. Assim o fizemos, porque tínhamos as bicicletas e como ficava perto. Lá chegamos e, como todos sabem, aquilo tem portas que se abrem sozinhas quando nós passamos, certo? Mas ao lado, tem outra que não abre. E eu, feita burra, estava à espera que a porta que não se abre, se abrisse. E estava um rapaz mesmo atrás de mim, sentado na sua mota, que chegou mesmo a informar-me que "É na outra" e eu fui para a outra. Mas não abria. Fiquei toda vermelha. Que burrice. Pus a mão à frente e não abria. Eu sempre disse, aquelas tecnologias não são nada minhas amigas!

7 comentários:

Rita Oliveira disse...

AHAHAHAAHAHAH, ainda me ri um bocado com isto xD

Rita disse...

Que mau... Ahahah
Mas mesmo assim divertiste-te e isso é que importa!
Estou a ver que foi mesmo giro

Joana disse...

- não sei querida :s onde se vê?

miii disse...

Quando isso acontece é horrível!! Beijinho (:

Mary disse...

Hahaha :D

Nix disse...

Ahahahah! Coitada de ti xDD Acontece :D

Anonymous Girl disse...

ahahahhaahahah x'D deve ter sido um dia fantastico!